A casa utilizada para a festa de Carnaval, em “Os Exploradores e o baile de máscaras” existe mesmo e, assim como na ficção, também ali organizámos um encontro de amigos.

Não um baile de máscaras, mas um jantar numa fantástica noite de julho, que contou com muita música e animação e no qual não faltaram a “famosa tarte de fiambre” da tia Etelvina e o bolo “de bolachas de chocolate, embebidas em leite, e coberto de chantilly”.

Foi um jantar tão divertido que ficou para a história…

publicado por Marina às 11:06