Foi num quarto deste hotel, onde passava o fim de semana, que na manhã do dia 15 de Abril do ano de 2000 agarrei no “Livro em Branco” que a minha amiga Corália me oferecera, que sempre me acompanhava, e… comecei a escrever:

“- Mãe, mãe, está quase na hora! O lanche já está pronto?

- Ana Fedra! Não grites dessa maneira que o teu irmão está a dormir a sesta – ralhou a mãe com um sorriso, pois sabia o quanto a filha estava excitada.

Fedra entrou de rompante na cozinha, com os seus olhos côr de avelã a brilhar e um sorriso tão grande que a boca quase lhe chegava às orelhas. Até os seus cabelos, todos despenteados, acompanhavam a agitação dos seus alegres treze anos (…)”

Foram assim as primeiras linhas desta aventura, ainda longe de qualquer correção.

O primeiro capítulo chamou-se “Reunião do Clube dos Exploradores”; o título da história, esse ainda estava por decidir…

 

publicado por Marina às 17:17