Durante os longos anos em que esperei que o primeiro livro fosse editado, e quando idealizava a cerimónia do lançamento, sempre imaginei que se alguém fosse encarregue de fazer a sua apresentação, esse alguém seria, sem dúvida, a minha prima Isabel Maurício de Aguilar.

Mas quando o grande dia finalmente chegou, infelizmente ela não pôde comparecer.

No entanto, não deixou de estar presente, pois enviou a sua mensagem e foi muito bem representada por seu pai, o Senhor António Maurício: o meu primo Tó.

É a eles que dedico este post e para quem vai o meu agradecimento e um grande beijinho!

 

publicado por Marina às 16:19